COLEÇÃO 2015 FARM PARA ADIDAS ORIGINALS


Ontem a Adidas Originals divulgou em seu Instagram (@adidasoriginals) um vídeo teaser da nova coleção Farm x Adidas, que será lançada na gringa em 01/jan. E hoje, foram divulgadas algumas fotos da nova coleção, clicada na Amazônia, por Robinson Barbosa. 

A nova coleção 2015 traz duas estampas (por enquanto!): "Mexcumerex", bem diferente de todas as peças anteriores, com print geométrico tribal em cinza. Já a estampa "Curso d'água" traz flores flutuantes em tons rosados do pôr do sol. Por aqui, só em fevereiro! 



Diferente né?

CASA SOMA E AS NEO MARCAS CARIOCAS

Esse final de semana visitei dois lugares super charmosos, a Casa Soma e a Casa 20 na Rua Lopes Quinta, Jardim Botânicoonde artistas e designers abrem seus estúdios para exposição e venda. Na Casa Soma, as marcas presentes eram a fashion vegan Svetlana; a marca de acessórios e couros Escudero; os óculos Zerezes; a Brir Acessórios e a multimarcas Os On (Benta; Pyramid). Na Casa 20, as marcas Muda; Localwear com seus brincos desejos e a carioca Benta, com suas estampas lindas e tropicais. Muitas dessas neo marcas eu já conhecia das redes sociais, dos seus e-commerces e através das multimarcas como a Sala de Estar, por exemplo, que ficava na Comuna em Botafogo e fechou as portas recentemente. Essas e outras também fazem parte do evento O Cluster, que rolou há duas semanas também em Botafogo. Pra quem não conhece as marcas ou esses eventos, vale a pena. É minha dica de fim de semana pra você. 

Top Farm
Short Svetlana
Tênis Nike Rosherun
Mochila Maria Bonita Extra
Óculos Ray-Ban Clubmaster

MARSALA 18-1438

Pra quem não sabe, a escala Pantone não é usada só na indústria gráfica. A moda, o design, a indústria da beleza e decoração, todos utilizam as milhares de cores de sua cartela como referência para criação de tendências e produtos. E a Pantone elege todo ano uma cor que promete influenciar toda essa cadeia. A aposta da empresa para 2015 é o Marsala 18-1438 , um tom marrom-avermelhado-terroso que deve bombar por aí. Eu curti. É chique, é rico, é elegante, é sofisticado. Coisa de mulher crescida, adulta. Uma coisa Índia, um tom de terra que lembra especiarias, vinho bordeaux, sari indiano.

Também achei muito invernal e sóbrio pro nosso eterno verão lifestyle carioca, mas combinado com cores mais alegres como amarelo, azul e até jeans, dá pra sair por aí linda e menos séria.

{fotos: daqui, Pantone, Pinterest}

MODA + VISÃO | VERÃO 2016

 Essa semana foi uma correria que só. Uma delícia! Muitos encontros e eventos no trabalho (I love my job! <3 Senac-RJ). Na quarta, de manhãzinha, rolou o evento Moda + Visão | verão 15/16 da querida consultora Renata Abranchs para alunos e instrutores dos cursos de moda do Senac. Renata e sua turma afinada do Bureau de Estilo mostrou pra gente as tendências da primavera-verão 2016. Mas não só o que está por vir nessa temporada de calor, como também comportamento, cultura e outras dicas espertas desse mercado que, como a própria Renata diz, é #feitonobrasil. Olha só!

<3 Senac RJ

CINE ARTE UFF

Alô Nikity, o Cine Arte UFF está de volta gente! Só eu não sabia disso ainda? Tenho um carinho pela UFF, pois é a razão de eu ter me mudado de vez pra Niterói lá pelos anos 90. Sim, faz quase 20 anos que passei no vestibular pra Comunicação Social - Publicidade e estudei no prédio do IACS - UFF, em São Domingos.
E nestes dias (de 20 a 25/11), o cinema da UFF, que fica no prédio da Reitoria (Miguel de Frias) está com uma programação especial de filmes cults e alguns franceses, gênero que mais amo. Olha só.

La Jalousie (O ciúme)
O filme, que é em p/b tem o lindo Louis Garrel como protagonista, dirigido pelo seu pai, o cineasta Philippe Garrel. Louis é um ator que vive uma vida normal com Claudia (Anna Mouglalis), em um pequeno apartamento. O filme é um drama de conflitos conjugais entre ele, sua esposa e uma filha do casamento anterior. Sessão às 21h30

Atilla Marcel
Do mesmo diretor de "As Bicicletas de Belleville", Sylvain Chomet, o filme francês parece ser bem doce, com uma fotografia leve e colorida, quase nostálgica. Traz um rapaz de 30 anos, Paul (Guillaume Gouix), criado pelas tias e que sofre um trauma ao ver seus pais morrerem na sua frente quando ele era criança.  Sua vida se transforma quando ele conhece uma professora de piano. Sessão às 16h40

Saint Laurent
Um drama longo de quase 3 horas, que conta o período mais criativo, genial e louco da vida de Yves Saint Laurent, entre os anos de 1967 e 1976,  além de retratar algumas de suas paixões como Jacques de Bascher (Louis Garrel), e Pierre Bergé, seu grande companheiro de toda a vida que também cuidava dos negócios do estilista. Esse filme é bem diferente do anterior e as cenas de drogas e loucuras são bem mais bizarras. O anterior mostra mais a visão de Pierre Bergé, este tem foco na genialidade e insanidade de YSL e suas criações em retrospectiva. Sessão às 18h40

Magic in the moonlight (Magia ao luar)
Com Emma Stone e Colin Firth, é mais um daqueles filmes românticos e inteligentes do mestre Woody Allen. Imperdível. Na trama, um falso mágico é contratado para desmascarar a falsa médium Sophie. O final a gente já sabe né? Sessão às 14h40


Já viu algum desses? Me conta!

UMA MANHÃ EM BELO HORIZONTE

Em BH, eu tive apenas uma noite e uma manhã. Na noite de sábado, depois da minha visita a Inhotim, eu estava tão cansada que só sai para comer algo perto do hotel (é bom pegar um táxi). Conheci o bistrô francês Tarte Vin (Rua Curitiba 2105, Lourdes) que recomendo (até porque nem só de pão de queijo e couve mineira vive-se em Belo Horizonte).

Na manhã de domingo visitei a Praça da Liberdade, onde tem o prédio do CCBB (o café é uma graça, vale a visita) e o Edifício Niemeyer. De lá segui até a Feira Hippie que acontece todo domingo (Av. Afonso Pena - Centro), mas só pra conhecer rapidinho mesmo. Depois, partiu Mercado Central, que é uma das coisas que mais gosto de fazer em uma cidade que não conheço. Tem lugar melhor pra conhecer a cultura e costumes de um lugar? Sem falar nos doces de leite, goiabadas cascão, queijos curados da serra da canastra... Devidamente abastecida, hora de procurar almoço, que foi dica da vendedora de uma das barraquinhas, um restaurante em frente ao Minascentro, que esqueci o nome agora, mas que vale muito. Comidinha forno a lenha deliciosa.

Tee Melon Melon
Short Maria Bonita Extra para C&A
Jaqueta Adidas para Farm
Tênis Converse para Isolda
Óculos Clubmaster Ray-Ban

INHOTIM, MEU ROTEIRO, PARTE II

Você viu a parte I da minha viagem, chegou a hora da parte II, com um roteiro especial de um dia pelas obras e galerias de Inhotim. Se não falei, Inhotim fica na cidade de Brumadinho - MG, a 1h30 de Belo Horizonte. 

Meu roteiro
Como eu tinha apenas um dia de visita, um roteiro pronto + mapa do parque agilizou (e muito) a minha vida. São 3 caminhos: amarelo, laranja e rosa e 5 rotas de carrinhos.

10h às 10h30 (a pé - rota laranja)
• G20: Galeria Lygia Pape, 2012 (feixes de luz) • G7: Galeria Adriana Varejão, 2008 (Celacanto Provoca Maremoto)

10h30 às 12h (carrinho rota 1 - laranja)
• G11: Galpão Cardiff & Miller (George Bures Miller e Janet Cardiff, 2009, história contada através do som) • A13: Olafur Eliasson (Viewing Machine, 2009, caleidoscópio) • G14: Galeria Valeska Soares (Folly, 2009, casa de vidros, perto do lago). Pega o carrinho rota 2 - laranja até a G21: Galeria Psicoativa Tunga

12h às 13h (carrinho rota 3 - laranja)
• A15: Jorge Macchi (Piscina, 2009, que você pode tomar banho!) • G17: Galeria Marilá Dardot (A origem da obra de arte, 2009, vasinhos em forma de letra) • A14: Chris Burden (Beam Drop Inhotim, 2008, esculturas em aço)

13h às 14h (carrinho 4 - laranja)
o carrinho passa pelo A22: Giuseppe Penone (Elevazione, 2000, árvore elevada) e segue para o G15: Galeria Cosmococa (Helio Oiticica / Nevvile D’Almeida, 1973, cinco salas projeções, em uma deles, um monte de redes e música de Jimi Hendrix. Em outra, uma piscina amarela esverdeada com leds, em que você pode nadar)  • A6: Jarbas Lopes (Troca-troca, 2002, fuscas coloridos)

Praticamente você viu toda rota laranja. Siga para a amarela e desça em direção à recepção a pé.

Parada pra almoço!
Nessa hora eu estava morrendo de fome. Você tem duas opções: restaurante Tamboril/Bar do Ganso (comida internacional por R$63,00 preço fixo) ou o Restaurante Oiticica, quilo delicioso e mais barato com muitas opções. Foi o que fiz.

14h às 15h (a pé - rosa)
Junta todas as forças que ainda lhe resta e bora ver o resto! 
• A12: Helio Oiticica (Invenção da Cor, Penetrável Magic Square #5, Deluxe, 1977) • A17: Yayoi Kusama (Narcissus Garden, 2009, perto da recepção) 

Suba pela rota amarela a pé até A7: John Ahearn / Rigoberto Torres (Abre a porta, 2006 e Rodoviária de Brumadinho, 2007 - esculturas na parede) • A8: Olafur Eliasson (By Means of a Sudden Intuitive Realization, 1967) • A1: Tunga (Deleite, 1999) • G2: Tunga (Galeria True Rouge, 2006, casa branca no lago). Volta até a rota rosa.

15h às 16h (carrinho 5 - rosa)
Esse é o último caminho, o mais longo de todos, se tiver tempo e disposição pode seguir a pé até o embarque do carrinho 5. Pode visitar agora ou depois o G16: Miguel Rio Branco 
Pega o carrinho até G10: Doug Aitken (Sonic Pavilion, 2009, prédio redondo com som que vem de um buraco na terra a mais de 200 metros)  • G12: Matthew Barney (casa de vidros)

17h
Pronto!
Agora com uma sobrinha de tempo, volta pra recepção, passa na lojinha pra garantir uma lembrança, toma um café no Café do Teatro e vai pro estacionamento. O ônibus sai 17h30.
Related Posts with Thumbnails
 
Layout por Dama Blogs feito exclusivamente para o blog Two Sisters - Copyright © 2010.